segunda-feira, 31 de agosto de 2009





LEMBRANA


Copiosas gotas impetuosas

Performam tortuosas silhuetas

E cultivam

Toda a eloqüente animosidade

Do jardineiro

Que altiva sua predileção

Pela flor de capim amarelo...

Minguante...

Anoitece em badaladas secas e molhadas...

Excertos bucólicos

Acompanham toda a natureza pré-fabricada das

Cousas...

Mansamente este mancebo tenta versar...

Incólume, sem afetar-se...

Suspira mais dia de certa monotonia e

Lembra-se de um dado sol

Assim representado

Ao aniversário de um velho estimado.

E. J.




.

Um comentário:

Paulo disse...

Eric você está de parabéns, o texto ficou de uma sutileza, e ao mesmo tempo com um ar de new clássico.

 
/* GOOGLES ANALYTICS */ /* FIM DO GOOGLE ANALYTICS */